terça-feira, 13 de março de 2012

Salário do professor de Curitiba é mais do que o dobro do piso nacional

Os professores da rede municipal de ensino de Curitiba recebem mais do que dobro do piso salarial nacional para a jornada de 40 horas semanais de trabalho. Enquanto o piso nacional está fixado em R$ 1.451,00 pelo Ministério da Educação, o professor curitibano com o mesmo padrão de horário vai receber R$ 3.189,80 em abril - equivalente a 120% a mais do que o piso nacional.

O salário pago pela prefeitura de Curitiba aos professores também é o maior entre as grandes cidades e capitais do mesmo porte. Mesmo o salário para a jornada de 20 horas semanais – R$ 1.594,90 em Curitiba – é superior ao piso nacional de 40 horas, ao de São Paulo para 30 horas e aos das principais cidades do Paraná (confira na tabela abaixo).

“Isto mostra, de forma muito clara, explícita, que a prioridade em Curitiba é a educação. E isso só é possível com a valorização dos professores que vão receber mais do que o dobro do piso nacional”, disse o prefeito Luciano Ducci.

O prefeito adiantou que os professores que trabalham 20 horas vão receber a partir de abril, além dos 10% de reajuste salarial, mais R$ 275,00 mensais de produtividade. Para os de 40 horas semanais, o valor mensal pago por produtividade sobe para R$ 550,00.

A medida atende mais de 10,5 mil professores, que terão seus salários equiparados aos demais servidores que já recebem a gratificação que é incorporada ao 13º salário e adicional de férias.

Os professores da rede municipal de Curitiba contam também com 24,5% da carga horária reservada para hora-atividade. Para complementar o percentual de 33,3%, conforme estabelece a lei do piso, faltam destinar aproximadamente 8% da jornada semanal.

A prefeitura já abriu concurso – inscrições seguem até 12 de março – para contratação de mais professores que vão garantir a complementação da hora-atividade.

A meta da Secretaria da Educação é que o aumento do tempo do professor regente fora da sala de aula não comprometa a qualidade da aprendizagem e o vínculo com os estudantes. Para isso, o assunto vem sendo debatido com os profissionais do magistério.


Compare o piso dos professores:


Local
Carga horária semanal
Vencimento Inicial
Piso Nacional
40 horas
1.451,00
Curitiba
40 horas (2 padrões)
3.189,80
Recife
36 horas
1.614,46
Porto Alegre
30 horas
1.592,80 + 50% = 2.389,20
São Paulo
30 horas
1.563,01
Belo Horizonte
22 horas e 30 minutos
1.676,03
Curitiba
20 horas (1 padrão)
1.594,90
Londrina
20 horas
1.205,24
Maringá
20 horas
955,51
Pinhais
20 horas
1.295,85
Araucária
20 horas
1.379,40
São José dos Pinhais
20 horas
1.278,95

1 comentários :

SENÔ JÚNIOR disse...

Considero mais do que justo a remuneração desses profissionais e assim deveria ser em todo o território nacional.

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | belt buckles