sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Será que foi mesmo um tombo?










Osmar alega que o corte que apresenta no supercílio foi o resultado do tombo que sofreu em um hotel de Umuarama.

A assessoria do pedetista diz que foram 12 pontos. Será que o número de pontos não foi um aviso vindo do céu sobre qual será a diferença contra ele na porcentagem de votos a menos que obterá ao se apurar as urnas?

Com certeza o número doze, com o qual já foi derrotado, não lhe trás sorte!

Na época pode até não ter sido ilegais, porque hoje o é, mas com certeza foram atos imorais


O Alvaro ficam reclamando da denúncia de que o irmão usou a sua cota de passagens no senado em benefícios da filha, mas na realidade ele reclama porque se doeu por ter feito o mesmo. Do twitter do Alvaro:

"quem não defende o proprio irmão de agressões despropositadas ,desonestas e injustas não tem autoridade para defender ninguem"

A realidade dos fatos:

Senadores Alvaro e Osmar Dias pagaram passagens ao exterior para filhos...

Gazeta do Povo
01/05/2009 Karlos Kohlbach

Os senadores do Paraná Alvaro Dias (PSDB) e Osmar Dias (PDT) estão entre os parlamentares que usaram a cota de passagens aéreas para viajar ao exterior. Também figuram na lista divulgada ontem pelo site Congresso em Foco, especializado em fiscalizar o Poder Legislativo, os colegas Geraldo Mesquita (PMDB-AC) e Paulo Paim (PT-RS). Juntos eles adquiriram 19 passagens para Buenos Aires, na Argentina, e Montevidéu, no Uruguai. Em comum, todos os beneficiários são parentes e pessoas que não trabalham para os parlamentares.

Os registros parciais das companhias aéreas aos quais o Congresso em Foco teve acesso revelam que oito voos saíram da cota de Alvaro, cinco de Mesquita, quatro de Paim e duas da cota de Osmar Dias. As passagens foram emitidas entre 25 de junho de 2007 e 13 de janeiro de 2009, pela Gol e pela Varig.

Montevidéu

Alvaro Dias Filho, filho de Alvaro, fez uma viagem de ida e volta de Curitiba para Montevidéu, no Uruguai, com escalas ou conexões em Porto Alegre e São Paulo. ...
... Osmar Dias usou a cota aérea para comprar uma passagem para a filha Rebeca Dias. Ela foi de Curitiba para Buenos Aires, pela Varig. O bilhete foi emitido em 13 de fevereiro deste ano. "Não devo prestar contas da viagem dela. Presto contas dos meus atos. Não infringi nenhuma norma e nem o regulamento do Senado. Sempre segui estritamente as regras do Senado", afirmou Osmar.

Os irmãos Dias disseram ainda que não pretendem devolver o dinheiro das passagens aéreas porque "não se trata de coisa ilegal" - a menos que a Mesa do Senado determine. "Ninguém vai devolver o que é legal. Se eu devolvesse, estaria assumindo que é uma prática incorreta, o que não é", comentou Alvaro.

Jornal do Estado, quem é que paga a conta da sacanagem



Assino vários jornais, mas desde ontem "graciosamente como cortesia" passei a receber na porta da minha casa o Jornal do Estado. Este, tal qual o jornaleco marrom Hora H Extra, sendo os dois em seus conteúdos extremamente agressivos e caluniosos ao Beto Richa, não passa de apena mero panfleto a serviço da campanha do Osmar.

Se somarmos o custo da equipe de jornalismo, o custo da impressão, o custo da distribuição e o custo destes serem "edições especiais" chegaremos a conclusão de que estes panfletos camuflado de jornais saem muito caro!

Quem é que paga a conta destes crimes eleitorais?

Dilma no mar de lama. Entenda o caso Erenice

José Serra: O Brasil pode mais

Marina Silva: Um novo modelo de política é possível

Entrevista com Ivan Pinheiro, candidato a presidente pelo PCB

Plínio Arruda: Dívida pública

Gisele, modelo internacional, declarou que vota na Marina

Ibope: Dilma empaca e começa a cair





Segundo o Ibope Dilma Rousseff lidera a corrida eleitoral com 50% das intenções de voto, segundo pesquisa Ibope/Estado/TV Globo. José Serra (PSDB) aparece em segundo com 28% e Marina Silva (PV) tem 12%. Considerando apenas os votos válidos, Dilma teria 55%, Serra, 31%, e Marina, 13%.

José Maria Eymael (PSDC), Ivan Pinheiro (PCB), Levy Fidelix (PRTB), Plínio de Arruda Sampaio (PSOL) e Rui Costa Pimenta não pontuaram na pesquisa. Brancos e nulos somam 5%, mesmo porcentual de indecisos.

Comparando a anterior na nova pesquisa a Dilma caiu 1% o Serra cresceu 3% e a Marina cresceu 2%.

Está queda e estagnação da Dilma já reflete o desgaste pelo escândalo do vazamento de dados da Receita, mas ainda não reflete o escândalo referente ao nepotismo e a corrupção envolvendo a Erenice, que foi o braço direito da Dilma no Ministério da Casa Civil e depois indicada por ela para ocupar a sua vaga no Ministério.

Foram ouvidos 3010 eleitores em 202 municípios de todo o País. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no TSE sob o número 31689/2010.

Supercomputador simula como seria o Sistema Solar visto de longe

AE

Novas simulações de supercomputador rastreando interações de milhares de grãos de poeira mostram como o Sistema Solar pode parecer para um astrônomo alienígena em busca de planetas. Os modelos também oferecem um vislumbre de como essa visão pode ter mudado à medida que o Sistema Solar amadureceu.

NASA/Goddard/Marc Kuchner e Christopher Stark
Simulação de como um ET veria a poeira do Sistema Solar atual, em luz infravermelha
"Os planetas podem ser muito tênues para serem vistos diretamente, mas alienígenas que estudassem o Sistema Solar poderiam descobrir facilmente a presença de Netuno, já que sua gravidade abre um vão na poeira", disse, em nota distribuída pela Nasa, o astrofísico Marc Kuchner, que encabeçou o estudo. "Esperamos que nosso modelo ajude a encontrar planetas do tamanho de Netuno em volta de outras estrelas".

A origem da poeira é o cinturão de Kuiper, uma área além de Netuno onde milhões de corpos congelados - incluindo Plutão - orbitam o Sol.

Cientistas acreditam que a região é uma versão mais velha e reduzida dos discos de detritos que atualmente são observados em órbita de estrelas como Vega e Fomalhaut.

"Nossas simulações também permitem ver como a poeira do cinturão de Kuiper era quando o Sistema Solar era muito jovem", disse Christopher Stark, que foi colega de Kuchner na Nasa.

Objetos do Kuiper ocasionalmente colidem entre si, e esse processo de choque após choque produz uma frota de partículas de poeira. Rastrear como essa poeira viaja pelo espaço não é tarefa simples, porque as partículas estão submetidas a uma série de forças além da gravidade, como a pressão do vento solar.

As partículas também colidem entre si, o que pode destruí-las. Um artigo científico com os novos modelos, os primeiros a incluir os efeitos das colisões entre grãos, foi publicado no Astronomical Journal.

Com a ajuda de um supercomputador, os pesquisadores acompanharam 75.000 partículas de poeira durante a interação com os planetas exteriores, a luz do Sol, o vento solar e umas com as outras. A partir dos dados resultantes, foram criadas imagens sintéticas representando visões em infravermelho do Sistema Solar visto de longe.

Por conta de efeitos gravitacionais, Netuno lança partículas próximas em órbitas específicas, o que cria uma zona limpa perto do planeta, além de áreas de maior concentração de grãos em pontos de sua trajetória.




 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | belt buckles