sexta-feira, 6 de setembro de 2013

O IMPÉRIO, O GEORGE ORWELL, O BIG BROTHER OBAMA, O BRASIL E A DILMA ...

Em tempos de Big Brother Obama, espionagem, Dilma, Embaixada Americana, escritório do FBI no Brasil, "salários extras" para policiais e jornalistas , etc. é bom ficar de orelha em pé e olhos bem abertos, como o olfato apurado, pois algo de podre a muito tempo inunda o ar.                                                                                                                   
A ação global do sistema de inteligência do Império ronda a nossa porta, invadindo por satélites a nossa intimidade, remete o pensamento para o livro 1984, e sobre quem de fato foi George Orwell, o idealizador do Big Brother. Em sua obra o que se passava como sendo de esquerda na verdade relatou a realidade da qual já fazia parte, enquanto agente financiado pelo imperialismo anglo-saxão.

Ele foi um dos mentores do "Congresso pela Liberdade Cultural", órgão que financiava artistas e intelectuais com o objetivo de mantê-los como agentes contra a ideologia comunista e defensores do"american way of life".

Orwell era um agente ligado a repressão, que delatou 38 pessoas, entre artistas e intelectuais, em uma lista os acusava de serem "criptocomunistas". Está lista, parte de uma maior contida em suas anotações, foi enviada ao Departamento de Pesquisa da Informação (IRD), uma seção secreta do Foreign Office, órgão governamental de inteligência, que tinha na Inglaterra a tarefa de implementar no pós- Segunda Guerra, começo da Guerra Fria, a propaganda anti-comunista e a repressão. Era um anticomunista tão ferrenho que está delação foi feita quando estava vivendo os seu último ano de vida em um leito de hospital, onde menos de um ano depois veio a falecer.

Durante a Guerra fria também houve a "Guerra Fria cultural" que afetou a vida de criação e intelectual em todo o mundo, não excluindo, é claro, para a América Latina. Hoje é sabido a conexão da CIA como patrocinadora do Congresso Pela Liberdade Cultural:
http://ecury.com.br/reflexoes/o-expressionismo-abstrato-e-a-guerra-fria/

O que ele por sua obra dizia ser a denúncia sobre o controle do Estado contra as liberdades individuais na URSS na realidade era inspirado no próprio sistema de informação e repressão do qual fazia parte, no caso o Secret Intelligence Service.

O registro do documento de delação no acervo do Arquivo Nacional:
http://discovery.nationalarchives.gov.uk/SearchUI/details/AssetMain?iaid=C242365

Aqui ,com a bomba divulgada de que até a presidentA está sendo vigiada, ninguém se sente seguro, pois nem as paredes das nossas casas nos protegem da criminosa e invasiva ação do governo dos EUA:
http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2013/07/130709_vigia_web_cm.shtml

Está criminosa invasão de nosso território e da nossa privacidade por vários órgãos do governo norte americano é antiga. Não faz muito tempo que um ex-chefe de escritório do FBI (Federal Bureau of Investigation) no Brasil, fato que por si só já é uma excrecência, pois a função constitucional deste órgão é a segurança interna dos EUA, e não imiscuir-si em assuntos internos de outra nação, assim maculando e violando o seu direto sagrado a soberania, declarou em uma entrevista o que fazia aqui e que em sua folha de pagamento constava muitos nomes de policiais brasileiros e outras "autoridades":
http://terramagazine.terra.com.br/bobfernandes/blog/2013/07/17/como-os-estados-unidos-espionaram-o-brasil/

https://skydrive.live.com/?cid=7922f51d1e54b54a&id=7922F51D1E54B54A%21124&authkey=!ACY5T47y5YpmRfQ#!/view.aspx?cid=7922F51D1E54B54A&resid=7922F51D1E54B54A%21138&app=WordPdf&authkey=%21ACY5T47y5YpmRfQ
Fora a espionagem  direta destes órgãos estrangeiros também vemos que  as velhas práticas de cooptação exercidas por estes organismos de inteligência durante a implementação do Congresso Pela Liberdade Cultural ainda se fazem presentes. A cerca de um ano atrás o repórter William Waack, da Rede Globo de Televisão, foi denunciado pelo  WikiLeaks como sendo um agente da CIA:
http://o-observador.jusbrasil.com.br/politica/7958336/wikileaks-denuncia-jornalista-da-globo-william-waack-como-informante-dos-eua-pago-pela-cia

Também não podemos esquecer do papel da CIA e de outros órgãos internacionais de espionagem tiveram durante a fomentação do golpe militar de 64 e depois na implantação da ditadura no Brasil, como também em outros golpes de estado perpetrados por toda a América Latina durante as décadas de 60 e 70. IPES e IBAD:
http://www.hcomparada.historia.ufrj.br/revistahc/artigos/volume002_Num002_artigo005.pdf

http://www.lemp.historia.ufrj.br/revista/A_relacao_empresarial-militar_entre_Brasil_e_Estados_Unidos_no_golpe_de_1964.pdf

Hoje toda a mídia publicou que a presidenta Dilma na reunião do G-20 questionou o presidente Obama sobre a invasão e violação de nosso sistema oficial governamental de informações, e que este disse que assumia a responsabilidade "direta e pessoal" pelo monitoramento de seus dados telefônicos e eletrônicos. O que caracteriza um crime confesso, que não pode ficar por isto mesmo. A resposta do governo brasileiro tem de ser a altura da agressão: 
http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/mundo/2013/09/06/interna_mundo,386655/dilma-afirma-que-obama-explicara-espionagem-ate-quarta-feira.shtml



Não somos o quintal da mãe Joana!!!


DILMA COM A PALAVRA:

https://soundcloud.com/palacio-do-planalto/ntegra-entrevista-ap-s






 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | belt buckles