sábado, 22 de setembro de 2012

De novo o Greca chiou com as pesquisas , ele disse: “O Rato deixou o rabo de fora”

O candidato à prefeitura de Curitiba, Rafael Greca (PMDB), disparou contra Ratinho Jr durante uma entrevista: “Curitiba é uma cidade de pessoas inteligentes. Pense comigo: Como pode o DataRato ou Datasemsenso, como queiram, apontar um quadro no mínimo atípico”.E emendou, “quase metade dos eleitores não escolheu seus candidatos. Eu tenho somente 13% de rejeição. Ou seja, apenas 13% das pessoas não votariam em mim. Já dizia Nelson Rodrigues que toda unanimidade é burra. Portanto, senhores e senhoras, eles já tem a resposta na ponta da língua para explicar, lá na frente ou daqui a pouco, a minha repentina subida. Na última pesquisa interna, eu já tinha o dobro do percentual que atribuíram nesta pesquisa em questão. Já recebi inúmeras e contundentes denúncias de fraudes em pesquisas. Mas, dessa vez, o rato deixou o rabo de fora.” (Joice)

Eleições 2012: Mais três pesquisas serão realizadas em Curitiba


Mais três pesquisas estarão em campo nesta reta final de campanha. Datafolha, Vox Populi e IRG fizeram o registro ontem perante a Justiça Eleitoral.

A pesquisa Vox Populi, que será divulgada pela TV Bandeirantes, estará em campo nos dias 23, 24 e 25 de setembro; a Datafolha, encomendada pela RPC TV, nos dias 25 e 26; e a IRG, registrada pela campanha de Gustavo Fruet, fará a sondagem entre os dias 22 e 26 de setembro.
Todos os três institutos ouvirão 1.200 eleitores. (Roseli Abrão)

Fim de semana em Curitiba será marcado por eventos ao ar livre



Este fim de semana, que marca a chegada da primavera no Hemisfério Sul, tem uma agenda repleta de atividades em Curitiba. Ironicamente, a previsão do Instituto Tecnológico Simepar é de que a temperatura caia em relação ao calor dos últimos dias de inverno. Com tempo nublado e temperaturas amenas, máximas de 23ºC, o curitibano poderá curtir uma programação que tem como destaques o Dia Mundial sem Carro, a Caminhada do Coração e o Haru Matsuri.
Para a celebração do Dia Mundial sem Carro, a Avenida Cândido de Abreu será fechada no sábado (22) para circulação de carros, das 7 às 17 horas. O trecho interrompido vai desde a Praça Nossa Senhora da Salette, em frente ao Palácio Iguaçu, até a rua Heitor Stockler de França, uma quadra antes do Shopping Mueller. A ideia é transformar a avenida em uma feira de serviços da prefeitura. Entre as atrações, estão um estande para confecção de cartão transporte, feira de adoção de animais, oficinas de artesanato, atividades esportivas, shows, eventos culturais e praça de alimentação.
Veja a programação
Sábado
Feira de Serviços do Dia Mundial sem Carro, na Avenida Cândido de Abreu, das 7 às 17h
Marcha das 2012 Bicicletas da Praça Santos Andrade ao Centro Cívico, saída às 18h
Marcha do 2º Dia Mundial Contra a Crueldade e a Exploração Animal da Praça Santos Andrade à Boca Maldita, saída às 15h30
Domingo
Caminhada do Coração da Praça do Japão ao Parque Barigui, saída às 9h
Sábado e domingo
22º Haru Matsuri no MON, com entrada franca. Das 11 às 21 horas (sábado) e das 11 às 17h (domingo)
100ª Exposição de Orquídeas, no saguão térreo do Palácio Iguaçu, entrada franca. Das 9 às 20h (sábado) e das 9h às 18h (domingo)
Domingo, em São José dos Pinhais, Caminhada pela Sustentabilidade, saída no Parque São José dos Pinhais, das 9h às 12h
Paralelamente ao evento da prefeitura, está programada a Marcha das 2012 Bicicletas, também para marcar o Dia Mundial sem Carro. Os participantes saem da Praça Santos Andrade, às 18 horas, em direção ao Centro Cívico. O objetivo da Marcha é promover a maior Bicicletada já registrada no Brasil, superando o recorde de 2 mil ciclistas da Massa Crítica de Porto Alegre, durante o Fórum Mundial da Bicicleta, em fevereiro deste ano.
O Dia Mundial sem Carro é comemorado desde 1998, sempre no dia 22 de setembro. Atualmente, atinge mais de 300 cidades no mundo. Na edição do ano passado, que caiu numa quinta-feira, o prefeito Luciano Ducci foi criticado por não promover ações públicas na data e por ter ido de carro ao expediente na prefeitura.
Atrações diversas
No sábado e no domingo, acontece no Museu Oscar Niemeyer (MON), o 22º Haru Matsuri, festival de tradição japonesa que marca a chegada da primavera. A entrada é franca. Entre as atrações do festival, show de karaoke, artes marciais, danças e execução de taiko, os tambores japoneses. A praça de alimentação funciona durante todo o evento.
No domingo (22), são esperadas 15 mil pessoas para a Caminhada do Coração, que busca incentivar a prática de atividades físicos e combater o sedentarismo, um dos fatores de risco para doenças coronárias. A caminhada começa às 9 horas, com um percurso de 4,5 km que vai da Praça do Japão até o Parque Barigui.
Completam a programação do fim de semana em Curitiba a marcha do 2º Dia Mundial Contra a Crueldade e a Exploração Animal e a 100ª Exposição de Orquídeas da Associação Paranaense dos Orquidófilos. (GP)

Racha no diretório do PDT de Curitiba leva a desfiliação em massa


Curitiba, 7 de setembro de 2012.
Partido Democrata Trabalhista – PDT
Diretório Municipal de Curitiba
Ilmo. Sr. Gustavo Fruet

Iniciei no PDT em 1984, na juventude pedetista de Curitiba, quando ainda acadêmico na Faculdade Católica de Administração. Tenho atuado ativamente desde 2001 até a presente data. Fui coordenador nas campanhas para governo do estado e nas coligações para a prefeitura. No entanto, não tenho participação na executiva municipal, assim como os demais companheiros atuantes que compões os diretórios zonais de Curitiba.   

Manifesto minha indignação pela forma antidemocrática na qual este diretório tem conduzido o processo político do Diretório Municipal de Curitiba. Apresento aqui meu repudio contra a manipulação e desrespeito da executiva municipal para com a base militante de Curitiba. Não se pode admitir, que uma prévia para prefeito na Capital Paranaense tenha apenas dezenove membros da executiva que decide a direção do partido.

É inadmissível que os presidentes dos Diretórios Provisórios de Zonais, não tenham direito a participações nas decisões partidárias. Tais fatos evidenciam que o partido está sob o domínio e regência de um pequeno grupo. Entendo que uma agremiação partidária é feita por pessoas das comunidades e lideranças, que são as cabeças pensantes de um partido. Não se alcança objetivo algum, anulando aqueles que pensam diferentes ou que não concordam com a ditadura imposta por esse pequeno grupo dominante.
              
Não por acaso que o candidato do PDT a Prefeitura de Curitiba, está em terceiro nas pesquisas, quando já esteve em primeiro nas intenções de votos. Percebo que o PDT está dividido em forças antagônicas, cada qual busca seus próprios interesses. Não existe unidade no grupo, coordenadores que caíram de paraquedas, blindaram o candidato em uma redoma.
O partido repete o mesmo erro que cometeu na campanha para Governo de Estado. - Um reino dividido, é um reino fraco. - “Um partido que não respeita sua base, não está preparado para governar”.

E finalmente, analisando as propostas apresentadas pela coordenação da campanha do PDT para prefeito em Curitiba, não vejo consistência. As propostas são elaboradas em cima daquilo que já existe na administração pública. Não existe um plano inteligente, criativo e inovador que possa impactar a sociedade. O que denota total desconhecimento das necessidades e dos anseios do povo curitibano.

Diante dos fatos exposto acima, venho mui respeitosamente solicitar a minha desfiliação como militante do Partido Democrata Trabalhista, a partir desta data.

Atenciosamente,

Carlos Bahia e outras 100 assinaturas

CATADORES DO ECOCIDADÃO TERÃO CARRINHOS ELÉTRICOS

O Prefeito Luciano Ducci vai distribuir 504 carrinhos elétricos para os trabalhadores dos Ecocidadãos transportarem os materiais das ruas para as centrais de separação e de comercialização. Os primeiros equipamentos começam a ser distribuídos no fim deste mês. “Já inovamos ao criar o Ecocidadão, agora estamos dando mais um passo à frente para aumentar a renda, melhorar as condições de trabalho e a dignidade dos nossos catadores”, destaca o prefeito Luciano Ducci.

A vida de 400 catadores de materiais recicláveis mudou nos últimos dois anos e meio. Desde maio de 2008, quando foram implantados os parques de reciclagem do EcoCidadão, programa da Prefeitura de Curitiba que ajuda na organizar a coleta informal de materiais recicláveis, aproximadamente R$ 1,2 milhão, renda proveniente da venda do material, foi revertido aos trabalhadores associados.

O EcoCidadão é um programa que reconhece e valoriza os catadores de Curitiba, como um importante elo na cadeia da reciclagem, oferecendo todo o suporte para sua atividade, afirma o prefeito Luciano Ducci.

Nos 10 parques de recepção do programa EcoCidadão espalhados pelas Regionais da Cidade já foram separados 3,5 mil toneladas de material reciclado (2008 - 205 toneladas; 2009 - 1.671 toneladas; 2010, até o momento - 1.600 toneladas). A quantidade, melhor separação dos materiais e negociação de preços feita diretamente com os compradores, até mesmo indústrias, são os principais fatores para agregar valor ao produto dos catadores.

João Maria de Melo, 59 anos, aumentou em 50% a renda quando passou a participar da Associação Acampa - Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis Parceiros do Meio Ambiente, do EcoCidadão CIC. Durante sete anos, João sofreu as mãos dos atravessadores. Além disso, sem local apropriado para realizar a separação, o catador utilizava sua própria casa, fato que atrai ratos e baratas.

Antes, eu e outros catadores vendíamos os materiais para os atravessadores que ficavam com grande parte do lucro. Também não tínhamos um local ideal para realizar a separação. Com o barracão do EcoCidadão, nós temos um local apropriado com maquinário que ajuda a agregar valor aos produtos na hora da venda, destaca João.
Cada Parque de Reciclagem é equipado com prensa, balança, empilhadeira e bancadas de separação de materiais. Além dos equipamentos, o espaço conta com cozinha, banheiros e área para carrinhos.

Com renda mensal de R$ 1.300, João está pagando as parcelas da kombi que utiliza para recolher os materiais em 11 condomínios, já que não pode mais puxar carrinho por questão de saúde. Quando quitar as últimas três parcelas do veiculo, João começa a construir uma casa nova para família.

Além de sustentar a família (esposa, filho e neto), com a renda da coleta e separação eu estou terminando de pagar a Kombi. O próximo passo será construir uma casa nova, afirma.

Trabalho em família - O barracão do EcoCidadão CIC também é local para trabalho em família. Ivete Cardoso de Almeida, 51 anos, e Luciana de Almeida, 27 anos, trabalham desde o ano passado no programa. Mãe e filha estão muito felizes por passarem o dia juntas e pela oportunidade ter mudado a vida de ambas.

Minha filha tem problema de epilepsia. Ela só ficava em casa. Isso estava me deixando deprimida. Depois que começamos a trabalhar no EcoCidadão, nossas vidas mudaram. A Luciana se sente valorizada e eu voltei a estudar, diz Ivete, que também é a secretária da Associação Acampa.

Com a renda do trabalho, eu estou posso comprar as minhas coisas e também ajudar em casa. Além disso, tenho planos de voltar a estudar para terminar o segundo grau e futuramente fazer faculdade. Tenho o sonho de ser dentista, afirma Luciana.

Ivete também tem a consciência de que o seu trabalho está ajudando o meio ambiente. Como cada parque conta com uma média de 6 doadores de materiais, como condomínios residenciais no entorno que destinam o material reciclável diretamente para o programa, evita-se que muito material fosse para o Aterro da Caximba. Sei também que estou ajudando o meio ambiente com a separação. Quero continuar trabalhando aqui e crescer junto com a cooperativa.

A previsão da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Fundação de Ação Social (FAS), responsáveis pelo programa, é de que até o fim do ano outros oito parques de reciclagem sejam instalados na cidade. A meta são 25 parques até o final de 2011.


http://www.cooperativismopopular.ufrj.br/noticias_int.php?idnoticia=1520

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | belt buckles