quinta-feira, 25 de abril de 2013

A cada dia mais a farsa é desmascarada: Acusado de Boston estava desarmado ao ser preso, diz 'Post'


Dzhokhar Tsarnaev, o jovem de origem chechena acusado do atentado à Maratona de Boston, estava desarmado e ferido, escondido em um barco, quando a polícia abriu fogo na noite de sexta-feira passada. O relato de fontes federais ao jornal "Washington Post" levanta dúvidas sobre o tiroteio na cidade de Watertown, que deixou a embarcação crivada de balas.
Os relatos reconstroem um cenário de caos nos 30 minutos que antecederam a prisão do jovem de 19 anos, e surgem dias depois de afirmações de que ele teria tentado o suicídio com um tiro na boca - a bala teria saído pelo pescoço, sem matá-lo.
A polícia queria desesperadamente capturá-lo, dizem as fontes, mas ao mesmo tempo temiam que estivesse fortemente armado. Para alguns das pessoas ouvidas, os policiais podem ter desconfiado que ele estivesse com uma arma ou que tentasse detonar explosivos. O FBI, por sua vez, se recusa a dizer o que deflagrou o tiroteio em um quintal de Watertown.
Um dos policiais descreveu o clima que antecedeu a prisão do calula como "um clima de guerra", tão tenso que um disparo acidental poderia ter deflagrado o tiroteio. Sob o comando do FBI, membros de diferentes agências e polícias cercavam a casa.
"Eles possivelmente não sabiam se ele tinha uma arma" - arriscou uma autoridade. 

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | belt buckles