sábado, 18 de agosto de 2012

A Globo nas garras do Leão da Receita


Nas garras do Leão
Depois de uma longa discussão jurídica, o Leão rugiu mais alto: a Globo perdeu e terá que pagar 2,1 bilhões de reais à Receita Federal por operações que resultaram em um recolhimento menor de impostos. Das setenta grandes empresas autuadas em procedimentos semelhantes, a Globo foi a única cujos argumentos não foram aceitos. Cabe, no entanto, recurso. (Lauro Jardim)

Ibope: avaliação de Dilma cai 14 pontos em Curitiba, como caiu em outras grandes cidades do país

A popularidade da presidente Dilma Rousseff é altíssima, não importa a métrica usada. Mas nos grandes centros urbanos alguma coisa está acontecendo.
O Ibope tem aferido a aprovação de Dilma nas cidades nas quais faz pesquisas de intenção de voto para prefeito. Nas capitais mais relevantes do país, a presidente registra uma curva descendente.
 

As pesquisas do Ibope não apontam as razões pelas quais Dilma teria perdido pontos na cidade de São Paulo ou em outras grandes capitais -o movimento foi generalizado. O desaquecimento da economia pode ser um fator a considerar.

Se Dilma não vinha, agora que não vem mesmo para abraçar Gustavo Fruet (PDT/PT/PV). O jornalista Fernando Rodrigues, da Folha de S. Paulo, cruza as pesquisas do Ibope que aponta a queda na avaliação da presidente nas capitais. Nas quatro capitais avaliadas - São Paulo, Rio, Recife e Curitiba, foi em Curitiba que Dilma mais caiu: 14 pontos entre março e agosto. Em março, a avaliação atingia 62%, entre os conceitos ótimo e bom. Em agosto, essa avaliação é de 48%. Dilma caiu 10 pontos em São Paulo, 6 no Rio e em Recife.

Cohapar anuncia investimentos de R$ 10 milhões em Paranavaí

Nesta sexta-feira (17), 252 famílias do município de Paranavaí, no noroeste do Estado, assinaram contratos da casa própria junto à Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) e a Caixa Econômica Federal. Serão dois empreendimentos diferentes: um com 207 casas e outro com 45, que serão realizados por meio da união dos programas Morar Bem Paraná, do governo do Estado, e Minha Casa Minha Vida, do governo federal. As primeiras 45 unidades devem ficar prontas em 10 meses, enquanto as demais em no máximo 15. Os investimentos aproximam-se de R$ 10 milhões.

O presidente da Cohapar, Mounir Chaowiche, falou sobre os benefícios mútuos do investimento em habitação. “A construção destas casas se traduz em benefício para o município, com a geração de novos empregos e renda, movimentando a economia local”, argumentou.

Para o deputado estadual Teruo Kato, presente no evento, a habitação é uma prioridade do governo. “O governador Beto Richa tem sido muito sensível às questões sociais e, principalmente, da habitação, pois a casa própria traz tranquilidade às famílias”, afirmou.

Segundo o prefeito em exercício de Paranavaí, Alziro Lopes, o momento é histórico para o município. “Hoje estamos concretizando este grande sonho de todos. Sei que novas parcerias estão por vir e quem ganha com isso é a população, com a melhora da qualidade de vida”, disse.

O superintendente da Caixa, Luiz Bachmann, ressaltou a importância das parcerias para o desenvolvimento do trabalho. “A sinergia que existe entre os governos federal e estadual e prefeituras, aliados à participação da construtora, é que realiza o sonho destas famílias, porque sozinho não se consegue fazer nada”, falou.

Também participaram do evento o subgerente regional da Cohapar de Paranavaí, Jefferson Ribeiro, os gerentes regionais da Caixa, Paulo Marinho e Jair Bertoco, o proprietário da Construtora Notti, Luiz Fernandes, e o gerente da agência da Caixa de Paranavaí, Edivaldo Sigaki.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | belt buckles