sábado, 18 de setembro de 2010

Goleiro Bruno tentou se matar 'várias vezes' na prisão, diz Macarrão

Bruno Boghossian/AE

O ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes e o amigo dele, Luiz Henrique Romão, o Macarrão, se recusaram a prestar depoimento na audiência realizada nesta sexta-feira, 17, como parte do processo por sequestro e lesão corporal contra a ex-amante do jogador, Eliza Samudio. Sete testemunhas convocadas pela defesa foram ouvidas ontem no Fórum de Jacarepaguá, na zona oeste do Rio - entre elas o diretor de futebol do Flamengo, Zico, e a presidente do clube, Patrícia Amorim.

Apesar de ter decidido permanecer calado, Macarrão disse ao juiz Marco José Mattos Couto que ele e Bruno "não estão aguentando mais" a situação, e que o goleiro teria tentado se matar "várias vezes" - informação que nunca foi divulgada pela polícia ou pelo presídio em que os dois estão.

Bruno e Macarrão estão presos desde o dia 7 de julho no Complexo Penitenciário de Contagem, em Minas Gerais, e viajaram para a capital fluminense para participar da audiência. Eles responderão ao processo da Justiça mineira pelo desaparecimento e possível morte de Eliza. Os dois negam envolvimento no caso.

Minha Casa Minha Vida deixa de lado quem ganha menos!


Quem é o padre que com seus cavaleiros do apocalipse quer provocar o armagedom?

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | belt buckles