domingo, 9 de janeiro de 2011

Colisão entre dois ônibus deixa pelo menos 40 feridos, mas os 28 encaminhados aos hospitais já foram liberados os em Curitiba


Luiz Henrique de Oliveira e Bruno Henrique da Banda B

Uma colisão entre dois ônibus de linha, no Centro de Curitiba, deixou 40 pessoas feridas, sendo que nove foram transportadas para hospitais na capital, na tarde deste sábado (08). Para atender as vítimas foi necessária uma megaoperação do Corpo de Bombeiros que mantém fechada a Travessa da Lapa desde as 16h. Helicópteros e quase todo o efetivo de ambulâncias da corporação foram utilizados.


O choque envolveu um biarticulado da linha Santa Cândida Capão Raso, prefixo BD141, da empresa Glória, e um ligeirinho da linha Fazenda Rio Grande Guadalupe, da empresa Leblon, prefixo 15L19. O ligeirinho vinha pela Rua André de Barros, sentido Fazenda Rio Grande e o biarticulado pela Travessa da Lapa, sentido Capão Raso, quando aconteceu a colisão. Com o acidente, o biarticulado ainda invadiu a loja de Imóveis Hauer, localizada no térreo de um apartamento na região, no entanto, não haviam pessoas no local no momento do acidente. Como o coletivo está atravessado no meio da rua, dentro do edifício, a Travessa da Lapa só poderá ser liberada quando o veículo for retirado.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros e de testemunhas, um dos dois coletivos teria furado o sinal causando a colisão. “Isso sempre acontece por aqui, existe sinalização mas os motoristas são imprudentes. Praticamente todas as ambulâncias e helicópteros do Corpo de Bombeiros foram chamados para atender a ocorrência”, contou à Banda B, o coronel do Corpo de Bombeiros, Luiz Henrique Pombo.

O acidente

Um ligeirinho de Fazenda Rio Grande, da empresa Leblon, bateu na lateral de um biarticulado, da linha Santa Cândida/Capão Raso, da empresa Glória, no cruzamento entre a Rua André de Barros e a Travessa da Lapa.

O acidente ocorreu depois que um dos motoristas dos ônibus passou o sinal vermelho. O condutor do biarticulado tentou desviar do ligeirinho e a frente do veículo acabou invadindo uma loja de móveis.

De acordo com o tenente coronel Luiz Henrique Pombo, do Corpo de Bombeiros, pelo menos 16 viaturas do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) estiveram no local para prestar atendimento às vítimas. Um helicóptero também foi utilizado para transportar os feridos para hospitais da capital.

Dois peritos do Instituto de Criminalística (IC) estiveram no local do acidente para realizar medições, avaliar os danos e conversar com pessoas envolvidas. Um laudo, que ficará pronto em 30 dias, vai definir o que causou o acidente.

Feridos

Segundo o Corpo de Bombeiros 37 pessoas ficaram feridas, sendo que 28 tiveram que ser encaminhadas a diversos hospitais na capital. Três dos feridos foram de helicóptero para que o atendimento aos ferimentos fosse mais rápido. Ainda, 31 pessoas foram atendidas na pista por ambulâncias e socorristas do siate.

Os 28 feridos levados a hospitais após o acidente entre dois ônibus (um biarticulado e um ligeirinho) na tarde deste sábado (8), no centro de Curitiba, receberam alta.

De acordo com o Corpo de Bombeiros foram 37 feridos no total, todos com ferimentos leves.

Passaporte diplomático: O que vai e o que volta nas malas?

Lula e Edir Macedo

Tem gente que não entendeu: Quem possui o passaporte diplomático fica sem a necessidade de visto e tem garantido o livre trânsito nos aeroportos. A bagagem não é inspecionada, pois a revista de bagagem é relaxada.

Há três anos, o desgoverno petista estendeu o direito ao passaporte diplomático a líderes religiosos e a muitos outros, nisto incluindo os filhos do Lula.

Em 2002 a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional aprovou, por unanimidade o parecer contrário do deputado Paulo Delgado (PT-MG) ao PL 1312/99 do deputado Wagner Salustiano (PPB-SP), que queria incluir as autoridades eclesiásticas máximas de crenças religiosas entre as categorias de cargos públicos com direito a passaporte diplomático, mas isto ilegalmente não está sendo respeitado.

Paulo Delgado:

"É evidente a intenção do constituinte em manter a separação entre a igreja e o Estado. Dessa forma, não há sentido em conferir a uma autoridade religiosa um documento que o coloca, perante a comunidade internacional, como um representante do Estado brasileiro"

Até então, o benefício era dado para apenas o presidente da República, ministros, governadores, diplomatas e demais autoridades em missões internacionais.

Um dos beneficiados pelo documento, que facilita a entrada de religiosos em outros países, é o Bispo Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus, que é proprietário da Rede Record, a ex-inimiga e hoje grande amiga dos governates do PT. Outro beneficiado foi o bispo Romualdo, que é considerado o sucessor do bispo Edir Macedo na igreja. Segundo o Itamaraty, o passaporte com validade de um ano foi concedido para eles por serem líderes religiosos, o que legalmente não é permitido.

Para Celso Amorim, parece ser de seu interesse o aumento do número de templos da Igreja Universal ao redor do mundo.

Não dá para esquecer de que a Igreja Universal do Reino de Deus é acusada de ter enviado para o exterior cerca de R$ 5 milhões por mês entre 1995 e 2001 em remessas supostamente ilegais feitas por doleiros da casa de câmbio Diskline, o que faria o total chegar a cerca de R$ 400 milhões.

Também não dá para esquecer que o nome do ex-ministro da Justiça no período da ditadura militar, Ibraim Abi Ackel, apareceu envolvido com o contrabando de pedras preciosas. Ele tinha conexões em Goiânia com o empresário Antonio Carlos Calvares, dono da empresa Embraime, e seu amigo. Será que a quadrilha do Calvares tinha passaportes diplomáticos? Com certeza o Abi Ackel tinha!

Para o filho do Lula eles estarem infligindo a Lei é "babaquice" do " PARTIDO DA IMPRENSA GOLPISTA":

"Sei lá eu, em oito anos eu nem vi como era o passaporte diferenciado que a imprensa tanto fala. Mais uma babaquice do PIG"

Vale a pena ler: Crack, mais perto do que você imagina







A Revista Ideias de janeiro traz reportagem especial sobre o crack, droga que se espalha cada vez mais rápido e atinge todas as camadas sociais. Um dos grandes desafios que o novo governo tem pela frente.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | belt buckles