terça-feira, 6 de março de 2012

Em março e abril ocorrerá a apresentação da peça Memórias Torturadas: a Ditadura e o Cárcere no Paraná

Capa do livro de Ildeu Manso, ex-preso político, que deu origem a peça


Peça protagonizada em ala de detentos do presídio do Ahú, narra a história verídica de quatro presos políticos que foram detidos pela ditadura militar na chamada “Operação Marumbi”. Iniciativa de ambientar, em espaço verídico e alternativo, recorte histórico de luta pela construção da liberdade e democracia no Brasil, a partir do Paraná.

Apresentação da equipe




Carlos Vilas Boas: é ator profissional há 11 anos formado em diversos cursos livres de teatro, canto, dança e workshops. No teatro, trabalhou com diretores como Moacir Chaves, Rodolfo Garcia Vasquez, Fátima Ortiz, George Sada, César Almeida, Laércio Ruffa, Tony Silveira e Paulinho Maia. Dos 22 espetáculos em que já atuou destacam-se: MEMÓRIA, montagem do TCP do Teatro Guaíra (2006); O MENINO MALUQUINHO, na 4ª.montagem da Vogue Produções (2007/2009); SOBRE VENTOS NA FRONTEIRA (2004); TEMPO DE AMAR, último espetáculo teatral da atriz Lala Schneider (2005); MARIA BUENO e AUTORIDADE DO DESEJO. Dentre eles, 3 espetáculos indicados e premiados em várias categorias do troféu Gralha Azul. Passou por duas vezes (2002 e 2009) pela Escola do Ator Cômico, entrando em contato com o trabalho de Jaque Lecoq, onde trabalhou intensamente a improvisação, a mímica, clown e a Commedia Dell’Arte, com o diretor Mauro Zanata.
Em 2008 inicia seu trabalho na função de diretor, desde então já são 3 espetáculos, incluindo O MÉTODO (2010), do dramaturgo Mário Bortolotto. Em vídeo tem também vasta experiência com mais de 250 VTs comerciais e institucionais, e 11 filmes entre curtas, um longa e um média. Formado em Licenciatura em Letras – Literatura da Universidade Castelo Branco em parceria com SION-IESDE(PR), já tendo passado pelo curso superior de Artes Visuais da Universidade Tuiuti(PR) onde também realizou a oficina de Performance – O Corpo e o Espaço.



Paulo Hey: ator com vasta experiência em teatro, televisão e cinema, com DRT profissional pelo SATED – RJ 012.670. Atuou no teatro nos espetáculos Tartufo (Comédia de Moliére século XVII) com Direção de Kelli Varella,Yorkut.com (Comédia de costumes) eSíndrome de Estocolmo com Direção de Marcos Zeni, todos esses espetáculos com temporada no Espaço Cultural Odelair Rodrigues.Desde de que o Samba é Samba (musical) com Direção de Paulinho Aguiar, Morte, Direção de Antonio Ney Braga com texto original de Wood Allen; O Arrancadentes (Comédia Dell’arte) com Direção de Rodrigo Rangele texto original de Flamínio Escalla todos eles com temporada no Espaço Cultural Amadeu Celestino – Retiro dos Artistas – RJ; A Última Valsa (Festival de Teatro de Curitiba) na Casa Hoffman com Direção e texto de Rodrigo Ayalla. Sua experiência em cinema começa com a formação de Atores pela AIC – Academia Internacional de Cinema (www.aicinema.com.br) onde atuou em inúmeros trabalhos em curta metragem, entre eles: Corta – Direção – Fulton Nogueira – AIC; Mactabilis – Direção – David Matos – AIC;Control Zerros – Direção Arnaldo Belotto e Artur Tuotto – AIC;Catarina – Direção – Diogo Marques – AIC; Esperando Mariana – Direção – Marcos Farion e Larissa Guimarães – AIC; Insubordinação – Direção -Rafael Bittencurt – Centro Europeu • (Festival de Gramado 2009); Sombra na Alma - Direção - Costa Rebelo – Filmcenter;Caminhando para Vida – Direção – Luigi Franceschi. Com longa metragem, sua experiência começa em Corpos Celestes – Direção – Fernando Severo e Marcos Jorgee atua no aclamado 400 contra 1 –Direção – Caco Souza. Na televisão, participou de Mistérios de Um Coração Adormecido com Direção de Fernando Severo e Beto Carminatti – RPC, O Juiz Que levou Uma Bolada com Direção de Fernando Severo e Beto Carminatti – RPC; O Trem da Meia Noite com Direção de Diego Lopes – RPC; Lição de xadrez com Direção de Luigi Francesc – RPC eAs mocinhas da Cidade dirigido por Fernando Severo e Beto Carminatti – RPC.


Ricardo Alberti: Espetáculos: 2000 ENQUANTO ISSO, Teatro da Reitoria, 2001 ALÉM DA PELE, Teatro da Reitoria, Teatro de, Antonina, Teatro de Palotina, 2002 SEDE, Teatro da Reitoria, Teatro de Antonina, 2003 TRILHAS E VEIAS, Teatro da Reitoria, 2004 DEZ, Teatro da Reitoria, Teatro de Antonina,Teatro de Palotina, 2005 DEZ+1, Teatro da Reitoria, Teatro de Antonina, 2006 SE ME PERMITEM OS ASTROS, Teatro de Antonina, 2006 OS DOZE TRABALHOS DO JECA, Teatro da Reitoria, 2008 O AMOR É UM ROCK, Teatro da Reitoria, Teatro de Antonina, Pé no Palco Atividades Artísticas, 2008 FEIJÃO COM PIPOCA, VODKA NO PIRES, Teatro da Reitoria 1997-1999 Coral Livre instituição Conservatório de MPB, Fundação Cultural de Curitiba regência Maestro Marcos Leite função cantor barítono atividades teatrais, 2011 Eu Não Tenho Coragem de te Olhar Enquanto Eu Digo o Que Tenho pra te Dizer local Pé no Palco Atividades Artíticas texto adpatação de Domingos de Oliveira direção Alexandre Bonin; função adaptação de texto, ator, produtor, programador visual e cenógrafo
Cinema: 2010 O Senhor é um Velho Hippie? curta ficcional direção Marcos Marques duração 15’; Garoto Barba curta ficcional direção Christopher Faust duração 15’; 2008 Casa Verde, Uma Solução Habitacional curta ficcional/ institucional direção Everton Isidro duração 9’; 2008 Um Bom Homem curta ficcional direção Gil Marcel Iancoski duração 12’, 2008 Estômago longa ficcional direção Marcos Jorge, 2007 Mistéryos longa ficcional direção Beto Carminatti; 2007 O Clube dos anjos curta metragem projeto de graduação de curso direção Ana Lucia Mello, Bárbara Passos, Tatiana Soncini duração 12’
Cursos e oficinas: 2011 Workshop Fátima Toledo Pé no Palco Atividades Artísticas direção Fátima Toledo; 2011 Marat-Sade, Um espetáculo dedicado à Igreja Universal do Reino de Deus, “a Amazônia é nossa”, “Xuxa ama os baixinhos”, Brasília, “a democracia existe” e “a revista Veja é imparcial” evento Festival de Teatro de Curitiba apresentação teatral local Pé no Palco Atividades Artíticas; 2010 O Método Festival de Teatro de Araucária apresentação teatral local Teatro Municipal de Araucária premiação melhor ator, melhor espetáculo, melhor sonoplastia, melhor direção; 2009 Amo Livro I Bienal do Livro de Curitiba intervenção teatral local Centro de Exposições Unimed; 2009 Por Trás Todo Mundo é Igual Festival de Curitiba local Pé no Palco Atividades Artísticas; 2008 Mínimos Múltiplos Comuns Festival de Teatro de Curitiba natureza local Casa Vermelha; 2008 O Beijo das Orquídeas Festival de Teatro de Curitiba local Casa Vermelha; 2008 Baco evento de aniversário do Alice Bar; 2008 Mínimos Múltiplos Comuns Festival de Esquetes Reikrauss Benemont local Teatro Municipal de Colombo premiação indicado para melhor ator coadjuvante.


Martin Esteche: fez curso de interpretação para cinema e TV na escola Primeira Linha e teatro no Centro Juvenil de Artes Plásticas e na Cena Hum Academia de Artes Cênicas. Atuou em diversas Campanhas Publicitárias entre elas Lojas Esplanadas, Unimed, Nutrimental, Gazeta do Povo e Coca-Cola. Participou da minisérie A Saga que vai ao ar em rede nacional pela TV Brasil com o personagem Fubá.


Beth Capponi: Estudou cinema documentário com Tobias Khol (ONU – Discovery Channel) na Academia Internacional de Cinema, com ele, realizou três documentários como Coordenadora de Produção: “On The Road”, “Cavaleiros de Jorge”, e “Curitiba Rock Festival” 2005. Na mesma escola, atuou como Relações Públicas durante sua instalação e foi responsável pela exibição dos filmes dos alunos nos Espaços Unibanco de Curitiba e São Paulo. Coordenou a produção do vídeo institucional de ITAIPU BINACIONAL (www.youtube.com/itaipu60) em exibição no Centro de Visitantes da Referida Usina. Gerente de atendimento e Produção por 02 anos da Vision Art Produções (Curitiba) onde foi responsável pela direção do programa de esportes “Conexão Radical” exibido pela SBT para todo o estado. Atua na área de elaboração de projetos junto a Lei Rouanet e demais editais e Leis de Incentivo atendendo empresas e classe artística. Publicou recentemente o livro “Cantigas de Roda” pelo Mecenato Municipal com patrocínio da Kraft Foods. Em andamento com empresa Edições Guairacá fundada em parceria com o historiador e pedagogo Gehad Hajar, a edição e publicação dos livros: “Ensaios de João Turin”, “Palácio da Luz: O Prédio da Universidade Federal do Paraná”, “Guairacá – O Primeiro Herói Nacional” e “Barão do Serro Azul – Vida e Obra do Herói Nacional” (Lei Rouanet) e “Para Cantar e Brincar” (Mecenato Muncipal). Produziu o espetáculo “Flash Back” com direção de Flávio de Souza (Castelo Rá-Tim-Bum / Sai de Baixo) 2010 Teatro Guaíra. Realizou eventos nas duas edições da Virada da Corrente Cultural de Curitiba, em 2010 “Panelaço: Ao Ivo e a Cores” palco de música independente, e em 2011, “Panelaço: O Dia dos Contrários” uma homenagem ao poeta Marcos Prado com música e poesia e a vídeo instalação “Águas Plácidas” exibida em Paris em 2009 durante a Nuit Blanche.



Gehad Hajar: Pesquisador, atua em varias frentes de pesquisa acerca da história do Paraná, de Curitiba, e dos povos árabes.
Atividades Musicais - iniciou seus estudos musicais na década de 90 com a renomada violinista Moema Vitória Cit. Foi também aluno da professora Bianca Bianchi e da maestrina Hella Gilda Wall Epp. Atualmente compõe a singular Orquestra Rabecônica do Brasil, como rabequista. Compôs a Orqu estra Filarmônica da UFPR (1997 - 2002), como violinista e fez parte da Orquestra de Câmara e da Orquestra Júnior, também da UFPR, onde participou da gravação do CD "Impressões" (1998).
Atividades Literárias - organizou a coleção oficial do Sesquicentenário do Paraná, publicada em cinco volumes pela Imprensa Oficial (2003 - 2004). Escreveu as peças: "Uma Viagem ao Oriente" estreada no Teatro Guaíra (2005), "Lágrimas Para a Vitória" (2006) e "Fandango do Paraná (2008). Possui outras tantas publicações nas áreas de história e direito. Foi premiado pelo Concurso de Monografias Históricas, da FIEP/SESI/CLP, com a obra "Barão do Serro Azul, o homem, o empresário e o heroi na história do Paraná.
Atividades Cênicas - atuou como ator e produtor nas peças "O Manuscrito Encontrado numa Garrafa", de Edgar Allan Poe (1997); "Fandango do Paraná" do Grupo Meu Paraná (2008); "Olha Aqui Seu Capitão" (2009) e "Um Homem Chamado Francisco" do Grupo Os Atormentados (2010); "Erótico" Teatro Marina Machado (2010); "Minha Eterna Namorada" no Teatro Rodrigo D'Oliveira (2011) e "Nós" pela Cia. de Repertórios Populares (2011). Participou da novela "Obsessão" da TV Transamérica (2008) e do seriado "A Saga" da TV Brasil.
De 2005 a 2007 foi bailarino no grupo raiaton mina shark.
Rádio - Foi ator de rádio novela, atuando na produção “Segredos do Oceano” da Rádio Colombo, em 2008. Em 2007 foi comentarista do semanário "Cidadão João", da Rádio Globo.
Formação Acadêmica - Bacharel em Direito (PUCPR), especialista em direito socioambiental (PUCPR), licenciado em pedagogia (UFPR), bacharelando em ciência política (Facinter).
Pesquisador - Palestrante, concedeu mais de quarenta entrevistas a diversos veículos de Rádio e TV, acerca da história de Curitiba e do Paraná.
Cargos e Funções de Representação - É Conselheiro Municipal de Cultura do Município de Curitiba, eleito pela regional Portão.


Gustavo Krelling: iniciou seus estudos de graduação no curso de Indumentária da UFRJ. É formado em Artes Plásticas pela UFPR e Jornalismo pela Universidade Positivo. Trabalhou no desenvolvimento de fantasias e alegorias para a Escola de Samba Imperatriz Leopoldinense. Assina figurinos para óperas e outros trabalhos artísticos.

APRESENTAÇÕES ENDEREÇO

29, 30, 31 de março
05, 06, 07 de abril

ENDEREÇO

PENITENCIÁRIA DO AHÚ(endereço)

HORÁRIO

23:59h

OBSERVAÇÕES AO PÚBLICO

- O público sentará no chão durante o espetáculo;

- Todos deverão deixar celulares e/ou qualquer aparelho transmissor na portaria, com os agentes penitenciários;

- É permitido levar almofada;

- Não será permitido fotografar ou filmar;

- Os atores fumarão em cena.

Postado por Gehad Hajar


1 comentários :

Gehad Hajar disse...

Grato, sempre grato, Molina!

Postar um comentário